Dia a Dia

Dança solidária

Foto: Karin Serafim
Foto: Karin Serafim
Key Sawao em Experiência 4
Foto: Cristiano PrimFoto: Cristiano Prim

Cena de Protocolo Elefante, do Grupo Cena 11.

Clique para ampliar

  Com o patrocínio da Caixa Econômica Federal e realização da Arte Movimenta, o 10º Múltipla Dança – Festival Internacional de Dança Contemporânea volta a movimentar Florianópolis entre os dias 20 e 27 de maio com 20 convidados, 11 trabalhos em cena, quatro oficinas, uma mostra de fotografia, cinco diálogos, dois lançamentos – um livro e uma videoarte, uma homenagem e a mostra de videodança, com a apresentação de 19 trabalhos. O festival considerado o mais importante nesta área do Sul do Brasil, abre no dia 20, às 20h, no Teatro Pedro Ivo, com a estreia em solo catarinense de Protocolo Elefante, do Grupo Cena 11 Cia. de Dança (SC), espetáculo que investiga na ação de afastamento e isolamento do elefante na iminência de sua morte, uma metáfora da separação e exílio.

Foto: Pedro AlípioFoto: Pedro Alípio

O que é estar aqui?, do Projeto Corpo, Tempo e Movimento

Clique para ampliar

  Com forte carga inovadora, a programação desponta com o novo trabalho do Cena 11, grupo que existe há 22 anos em Florianópolis como construtor de uma carreira reconhecida no âmbito nacional e internacional. Além do volume de atividades, o evento tem uma pegada política, uma das características da produção de dança contemporânea de Santa Catarina que se insere na cidade, no urbano, no fluxo – no encontro e no desencontro das existências. Ocupa parque e ruas, busca a paisagem e a arquitetura.

A décima edição envolve profissionais e pesquisadores de três Estados brasileiros: Santa Catarina, Paraná e São Paulo. Entre os convidados estão Inês Bogéa, diretora da São Paulo Companhia de Dança, que atuou como crítica do jornal Folha de S. Paulo e dirigiu mais de 40 documentários sobre dança. Ela fará a videopalestra Dança em Construção no 25 de maio, às 20h, no Teatro Sesc Prainha. O seu vasto currículo inclui doutorado em artes, além das atividades como bailarina, documentarista, escritora e professora na Universidade de São Paulo.

Foto: Cris LyraFoto: Cris Lyra

Key Sawao e Ricardo Iazetta em Para todos os seguintes

Clique para ampliar

 Do Paraná, vem Marila Velloso, artista da dança, doutora, professora do colegiado de dança do Campus Curitiba II da Unespar. Envolvida na criação do Fórum de Dança de Curitiba, além de ter sido representante da dança do Conselho Nacional de Política Cultural/MinC (2014-2015), ela integrará no dia 23 de maio, às 14h, no Casarão, o diálogo Dança Etc., no qual também estará a bailarina, diretora e coreógrafa Key Sawao. Formada em dança contemporânea e práticas orientais de movimento, ela criou, dirige e integra o núcleo Key Zetta e Cia. que ajuda o Múltipla Dança a cumprir o compromisso de formação de plateia com o espetáculo Para Todos os Seguintes, voltado para o público infantil. E, em aderência ao desejo de combater preconceitos e defender a riqueza da diferença, o espetáculo inclusivo – Convite ao Olhar, trabalho criado em Florianópolis será apresentado no Parque Jardim Botânico, no bairro Itacorubi.

Fora isso, o festival tem encontro e discussão, além de um espaço valioso para a aprendizagem, com oficinas para as quais ninguém precisa pagar. Tudo é gratuito, inclusive as ações chamadas Em Cena. Ao escapar de categorias, como gênero e modalidade, ao transitar em campo difuso e instável, a maioria dos trabalhos não se adequam mais ao termo espetáculo. Assim, a edição agrega uma composição urbana, uma instalação coreográfica, uma conferência dançada, uma videopalestra, duas performances e cinco espetáculos. O acompanhamento desta agenda possibilita, mais do que deleite, aprendizagem e um amplo campo de reflexão sobre dança e arte contemporânea.

A mostra de videodança está assegurada graças à parceria com o Dança em Foco – Festival Internacional de Vídeo & Dança e da Fundação Cultural Badesc, onde ocorrerá a exibição nos dias 22 e 23 de maio, às 19h. A iniciativa divulga 19 trabalhos, divididos em três etapas: coreoedições, experimentos e curtas internacionais.

Homenagem e economia solidária

Escritora, educadora, dançarina, diretora, pesquisadora, Ida Mara Freire será a homenageada. Como crítica de dança, provocadora escreve de modo simples e claro, como se estivesse em busca de um leitor que têm pouco acesso ao mundo da dança. O Múltipla Dança reconhece a contribuição à dança de Santa Catarina que se dá por sua dedicação e entusiasmo, “seja pela dança na vida, seja pela vida na dança”. Ida Mara receberá o troféu criado pela artista Raquel da Silva.

Foto: Bruno RopelatoFoto: Bruno Ropelato

Daniela Alves e Karina Collaço em Ensaio para algo que não sabemos

Clique para ampliar

 Ainda no circuito dos afetos e da gratidão, o melhor de tudo: o Múltipla Dança 2017 ganha amplitude a partir da sustentabilidade que vem da economia solidária. Cada um dos artistas fez a sua parte para assegurar a realização do projeto. “Junto ao Cena 11, outros catarinenses compõem o programa: Egon Seidler, Daniela Alves, Karina Collaço, Anderson do Carmo, Cristiano Prim, projeto Corpo, Tempo e Movimento e Entropia – Experiências Artísticas. É pelo esforço cooperativo destes convidados que o Múltipla Dança 2017 ganha vida. Agradecemos sua disponibilidade em assumir uma atitude co-responsável com relação a este encontro, reconhecidamente importante ao contexto da dança contemporânea profissional de Santa Catarina e brasileira. Não à toa, o tema economia solidária está presente em um dos diálogos programados. Além dele, consta a proposta para pensar o campo da dança em sua multiplicidade, considerando os artistas que assumem funções muito além da criação”, escrevem as curadoras Jussara Xavier e Marta Cesar. 

 

Serviço

O quê: Abertura: Protocolo Elefante Grupo Cena 11 Cia. de Dança (SC)

Onde: Teatro Pedro Ivo, rodovia SC-401, Km 15, 4.600, bairro Saco Grande, Florianópolis

Quando: Dia 20.5.2016, 20h

Quanto: Gratuito

 

MÚLTIPLA DANÇA EM NÚMEROS

Três Estados: Santa Catarina, São Paulo e Paraná

Vinte convidados: Alan Stone Langdon, Ana Alonso, Anderson do Carmo, Cia. de Dança Lápis de Seda, Cristiano Prim, Daniela Alves, Egon Seidler, Entropia – Experiências Artísticas, Grupo Cena 11 Cia. de Dança, Hedra Rockenbach, Inês Bogéa, Jussara Belchior, Karina Collaço, Key Sawao, Key Zetta e Cia., Mariana Pimentel, Marila Velloso, Néri Pedroso, Projeto Corpo, Tempo e Movimento e Rodolfo Lorandi

Uma homenagem: Ida Mara Freire

Doze lugares: Caixa Econômica Federal – Agência Poeta Zininho, Casarão (Praça dos Bombeiros), Floripa Shopping, Fundação Cultural Badesc, Jurerê Sports Center, Kirinus Escola de Dança, Parque Jardim Botânico, Ponta do Coral,  Sala Espaço 2 Ceart/Udesc, Teatro Álvaro de Carvallo (TAC), Teatro Sesc Prainha e Teatro Pedro Ivo

Onze “espetáculos” (em cena): Protocolo Elefante (espetáculo), O que É Estar Aqui? (composição urbana), Para Todos os Seguintes (espetáculo infantil), Fome (instalação coreográfica), Aurora (espetáculo), Ensaio para Algo que Não Sabemos Protocolo 1: construção (conferência dançada), Rinha (performance), Ensaio sobre a Retórica (performance), Dança em Construção (videopalestra), Experiência 4 (espetáculo) e Convite ao Olhar (espetáculo)

Uma mostra de vídeo: 19 filmes, inseridos em três temas:coreoedições, experimentos e curtas internacionais

Uma exposição de fotografia: O Fotógrafo também Dança, de Cristiano Prim

Quatro oficinas: Movimento Tridimensional em Dança, Técnica e Pesquisa de Movimento, Percepção Física e Composição Generativa e Dança Inclusiva

Cinco Diálogos: Néri Pedroso entrevista Cristiano Prim, Dança Etc., Pré-conferência da Setorial de Dança de Florianópolis, Economia Solidária e Eleição dos novos representantes da Setorial de Dança

Lançamento de livro: Rumor, de Pedro Franz e Grupo Cena 11

Lançamento de videoarte: Coral da Ponta, de Alan Langdon

 

FICHA TÉCNICA

Direção geral: Marta Cesar

Coordenação de programação e curadoria: Jussara Xavier e Marta Cesar

Produção executiva e coordenação administrativa: Neiva Ortega

Assistência de produção técnica: Juarez Mendonça JR

Fotografia e vídeo: Cristiano Prim

Projeto gráfico e mídia eletrônica: Paula Albuquerque

Site e ilustração (sobre foto de Cristiano Prim): Fabio Dudas

Assessoria de imprensa: Néri Pedroso

Articuladoras: Jussara Xavier, Marta Cesar, Neiva Ortega, Néri Pedroso e Paula Albuquerque

Agradecimentos: Daiane Dordete, Eneléo Alcides, Felipe Arthur Moritz, Ivo Godois, Raquel da Silva, Regina Levy, Rodolfo Pinto da Luz, Selma Junkes

 

Realização: Arte Movimenta

 

Patrocínio:  Caixa Econômica Federal

 

Apoio institucional: Apoio institucional: Centro de Artes (Ceart)/Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), Fundação Cultural Badesc, Governo do Estado de Santa Catarina/Fundação Catarinense de Cultura/Secretaria de Administração, Dança em Foco – Festival Internacional de Vídeo & Dança, Floripa Shopping, Prefeitura Municipal de Florianópolis/ Companhia de Melhoramentos da Capital (Comcap)/Parque Jardim Botânico de Florianópolis, Serviço Social do Comércio (Sesc), Kirinus Escola de Dança, Jurerê Sports Center (Jusc) e Komcorp – Assessoria Empresarial e Contábil.

 

Saiba mais: multipladanca.art.br e facebook.com/festivalmultipladanca