Programação Brasil

São Paulo - SP

Balé da Cidade de São Paulo
Cacti – de Alexander Ekman
Paraíso Perdido – de Andonis Foniadakis

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
Balé da Cidade de São Paulo em Paraíso Perdido

O Balé da Cidade de São Paulo, sob a direção artística de Ismael Ivo desde o início de 2017, apresenta duas criações de seu repertório no Theatro Municipal: Cacti, de Alexander Ekman, e Paraíso Perdido, de Andonis Foniadakis.

Foto: Sylvia MasiniFoto: Sylvia Masini

Cena de Cacti, de Alexander Ekman, com o Balé da Cidade de São Paulo.

Clique para ampliar

  Cacti foi originalmente concebida pelo coreógrafo sueco Alexander Ekman para a companhia holandesa Netherlands Dans Theater, que a estreou em 2010. Em 2014, durante a gestão de Iracity Cardoso na direção artística do Balé da Cidade, Ekman a trouxe para a companhia paulista.

Segundo Ekman, Cacti é sobre como podemos observar a arte e como muitas vezes sentimos a necessidade de analisar e “entender” arte. “Eu acredito que não há caminho certo e que todos podem interpretar e vivenciar arte do jeito que quiserem. Talvez seja apenas um sentimento que não pode ser explicado ou talvez o que a mensagem é, seja algo muito óbvio”, ele diz.

Músicas de Beethoven, Haydn e Schubert compõem a trilha sonora de Cacti.

Paraíso Perdido, do coreógrafo grego Andonis Foniadakis, estreou em 2011, quando Lara Pinheiro dirigia o Balé da Cidade de São Paulo.

A coreografia é inspirada nas pinturas do holandês Hieronymus Bosch (c. 1450-1516) e propõe questionamentos sobre o enfrentamento e a superação das desesperanças e desafios do cotidiano.

Os figurinos de Paraíso Perdido, que inclui máscaras de animais, são do estilista João Pimenta. Mais de 100 roupas são utilizadas pelo elenco durante o espetáculo.

“Resgatar a coreografia Paraíso Perdido e o trabalho de João Pimenta é celebrar a moda nacional e todos os grandes nomes que fizeram e fazem esta arte no país”, diz Ismael Ivo.

17 a 25 de junho/2017
Quarta, sexta e sábado às 20h
Domingo às 17h
Terça e quinta às 16h
R$ 10 a R$ 80

Praça Ramos de Azevedo, s/nº, Centro, São Paulo (SP), tel. (11) 3053-2090. Estações de metrô: República e Anhangabaú.

1.523 lugares. Duração: 120 minutos.