Programação Brasil

São Paulo - SP

Cia. Corpos Nômades
Hotel Lautréamont – Os Bruscos Buracos do Silêncio 

Foto: Crys Lira
Foto: Crys Lira
Foto: Cris LyraFoto: Cris Lyra

Clique para ampliar

  Para comemorar os dez anos de existência de sua sede, o Espaço Cênico O Lugar, situado na rua Augusta nº 325, a Cia. Corpos Nômades, dirigida por João Andreazzi, estreia a remontagem de Hotel Lautréamont – Os Bruscos Buracos do Silêncio, que a companhia estreou em 2009.

O espetáculo é inspirado na obra literária Os Cantos de Maldoror, de Isidore Ducasse, conhecido pelo pseudônimo de Conde de Lautréamont (1846-1870). Nascido no Uruguai, Lautréamont viveu na França e é considerado o precursor do surrealismo na literatura.

Escrito entre 1868 e 1869, Os Cantos de Maldoror serve de referência para Hotel Lautréamont – Os Bruscos Buracos do Silêncio. Maldoror, ser mutante que protagoniza a obra poética de Lautréamont, serve de afrodisíaco para a criação coreográfica de João Andreazzi. O personagem é um homem que se recorda de haver vivido durante meio século sob a forma de tubarão, nas correntes submarinas que margeiam as costas da África. Ora jovem, ora de cabelos brancos, às vezes moribundo, outras vezes capaz de façanhas atléticas, ele é transformado em água para combater a esperança, em polvo para melhor lutar com Deus, em porco em seus sonhos, em coisa informe, misturada à natureza, objeto de identidade indefinida.  

“É um homem ou uma pedra ou uma árvore quem vai começar o quarto canto. Disfarça-se no combate ao bem: tinha uma faculdade especial para tomar formas irreconhecíveis aos olhos mais treinados”. Este trecho do poema escrito por Lautréamont, trouxe elementos férteis para a construção cênica coreográfica.

O projeto foi contemplado pelo 20º Programa Municipal de Fomento à Dança da Cidade de São Paulo e, para a comemoração dos dez anos do Espaço Cênico O Lugar, a Cia. Corpos Nômades conta com o apoio do programa O Boticário na Dança.

João Andreazzi assina concepção geral, direção e “coreodramaturgrafia” de Hotel Lautréamont – Os Bruscos Buracos do Silêncio. A assessoria dramatúrgica e a tradução da obra do Conde de Lautréamont é de Claudio Willer, que no dia 20 de maio ministrará palestra (ver informações abaixo).

Montagem da trilha sonora: Vanderlei Lucentini. Pianista ao vivo: Diógenes Junior. Iluminação: Décio Filho. Figurino: David Schumaker.

O elenco reúne Gervásio Braz, João Andreazzi, Korina Kordova, Rossana Boccia e Vagner Cruz.

12 de maio/2017 a 9 de julho/2017
Sextas e sábados às 21h
Domingos às 20h30
R$ 20 e R$ 10 (meia)

Rua Augusta, 325, São Paulo (SP), tel. (11) 3237-3224.

Lotação: 64 lugares.

Recomendação etária: 14 anos.

Palestra A Poesia Selvagem de Os Cantos de Maldoror de Lautréamont, com Claudio Willer: dia 20 de maio/2017, sábado, das 18h às 20h. Grátis. No Espaço Cênico O Lugar, Sala Norte. Inscrições até o dia 19 de maio, pelo e-mail: ciacorposnomades@gmail.com. Encaminhar carta de interesse e escrever no assunto Palestra Lautréamont.

www.ciacorposnomades.art.br