Programação Brasil

São Paulo - SP

Dual Cena Contemporânea
Chulos

Foto: Natalia Pilati
Foto: Natalia Pilati

A companhia de dança Dual Cena Contemporânea estreia Chulos, espetáculo de rua inspirado na Folia de Reis, com criação e direção de Ivan Bernardelli.

Foto: Natalia PilatiFoto: Natalia Pilati

Clique para ampliar

  Chulos dá continuidade à pesquisa da Dual sobre mitologia brasileira, revelando fragilidades sociais imersas no esplendor das manifestações populares.

Em Chulos, três reis magos peregrinam pelo mundo e profetizam o nascimento de um novo rei. O mundo, porém, não acredita mais em profecias e, no meio da indiferença e da desesperança, os três magos testemunham o inusitado: o nascimento de palhaços que celebram e protegem o nascimento do novo.

A criação conta com orientação dramatúrgica de Luis Alberto de Abreu, propondo uma interface com a dramaturgia teatral.

A direção musical é assinada por Lincoln Antonio, que mistura canções originais com outras do cancioneiro popular brasileiro, tudo executado ao vivo, em cena. Não é só o ritmo tradicional da Folia de Reis que aparece. Também é possível ver influências do hip hop em alguns momentos.

O figurino e os adereços são de Marichilene Artisevski.

Além de Ivan Bernardelli, estão em cena Diogo de Carvalho, Flávia Teixeira, Hélio Feitosa, Junior Gonçalves, Kleber Cândido e Mônica Augusto.

Após a atual temporada de estreia, no Sesc Pompeia (SP), Chulos circulará pela cidade de São Paulo, região central e periferias, com apresentações em espaços abertos.

Folia de Reis: tradição brasileira marcada pelos palhaços e pela dança espalhafatosa da chula

Foto: Natalia PilatiFoto: Natalia Pilati

Clique para ampliar

  A Folia de Reis é uma manifestação cultural tradicional no Brasil e em diversas partes do país é possível ver grupos de sanfoneiros, violeiros e instrumentistas peregrinando pelas casas para reencenar o fragmento épico do cristianismo popular, que narra o nascimento de Jesus.

Nas Folias de Reis os palhaços são figuras extremamente importantes: eles são os míticos soldados de Herodes, que se converteram e disfarçaram de palhaços. Representam o eterno equilíbrio dual entre o bem e o mal. Por isso, utilizam máscaras com elementos animalescos (chifres, dentes afiados, língua para fora etc.), de caráter grosseiro e diabólico.

Principalmente no Espírito Santo e no sul dos Estados do Rio de Janeiro e Minas Gerais, os palhaços das Folias de Reis executam a chula, dança de desafio formada por um conjunto de movimentos espalhafatosos, com saltos, giros e acrobacias – em alguns casos entremeados por versos – depois da execução das rezas e cânticos dentro das casas dos convivas (em cujo interior os palhaços são proibidos de entrar). Este é precisamente o ponto de conexão com o trabalho da companhia Dual.

Ivan Bernardelli sempre buscou virtuosismo nos movimentos de suas criações. Por isso se encantou pela chula. “Chulos é um espetáculo de rua. Além dos recursos visuais, trabalhamos também com uma dramaturgia teatral costurada com a coreografia, que nos possibilita gerar proximidade com a plateia”, diz Ivan.

Segundo o bailarino e coreógrafo, o público terá a oportunidade de participar de uma verdadeira celebração dos nascimentos e metáforas de um possível salvador. Em cena, o elenco promove a transformação dos figurinos. Ao revelar situações que costumam acontecer nos bastidores, os bailarinos procuram promover a magia da transformação.

Chulos é projeto contemplado pelo 20º edital do Programa de Fomento à Dança da Cidade de São Paulo.

15 a 30 de julho/2017
Sábados e domingos às 16h30
Grátis

Rua Clélia, 93, Pompeia, São Paulo (SP), tel. (11) 3871-7700.

Duração: 50 minutos.

Não é necessária retirada antecipada de ingressos.

www.sescsp.org.br