Quem é Quem na Dança Brasileira

Gícia Amorin

A bailarina tem como ponto de partida do seu processo coreográfico as ideias de Merce Cunningham: fazer do movimento o próprio tema, utilizar as técnicas do acaso no pré-ordenamento das frases coreográficas, manter a independência entre música e dança. Em seguida, ideias, músicas e movimentos, não diretamente relacionados com o pensamento de Cunningham, são adicionados e constituem a investigação pessoal da artista, que geralmente utiliza movimentos no chão, músicas indígenas e brasileiras e improvisação.