Quem é Quem na Dança Brasileira

Grupos e criadores em atividade no momento

ESTADOS: CIDADES:

Rio de Janeiro - RJ

Esther Weitzman Companhia de Dança

www.estherweitzman.com

Esther Weitzman fundou sua companhia em 1999, depois de criar, no Rio de Janeiro, o Studio Casa de Pedra – Centro de Educação e Arte do Movimento. é formada em dança pela Escola Angel Vianna e em educação física pela Universidade Gama Filho (1987). Em 1995 aprofundou seus estudos com Ivaldo Bertazzo, na Escola de Reeducação do Movimento, em São Paulo. Também possui pós-graduação em Arte e Filosofia pela PUC-RJ (2006). Em 2000, estreou a coreografia Terras, apontada como uma das melhores daquele ano pelos jornais O Globo e Jornal do Brasil, o mesmo ocorrendo, posteriormente, com Sonoridades (2002) e Territórios (2006). Entre os prêmios que recebeu pode-se destacar a bolsa de criação artística RioArte de 2002, que resultou no espetáculo Sonoridades (2002), o prêmio de dança Klauss Vianna/FUNARTE de 2006 e 2008, e o edital do Estado do Rio de Janeiro de 2009. Atualmente integra o corpo docente do curso de licenciatura em dança e do curso de teatro da UniverCidade (Rio de Janeiro) e da PUC-RJ, em matéria eletiva. Seus trabalhos mais recentes são O que imagino sobre a morte e Presenças no tempo (2009), criadas para comemorar os dez anos de atividades da companhia. Além das criações para sua companhia, Esther Weitzman participou, em 2008, como coreógrafa da ópera Fidélio, no Theatro Municipal do Rio de Janeiro, com direção de Alberto Renault. Em maio de 2010 estreou seu segundo trabalho para ópera, como coreógrafa de Il trovattore, direção de Bia Lessa. Em 2010, fez a direção de movimento da peça A carpa, com direção de Ary Coslov.

Rio de Janeiro - RJ

Gustavo Ciríaco

www.gustavociriaco.com

Bailarino e coreógrafo, ex-cientista político, formou-se na Escola Angel Vianna. Desde 1995, desenvolve parcerias com artistas brasileiros e estrangeiros, atuando entre Brasil e Europa em projetos de dança, performance, além de criações site-specific. Entre suas concepções destacam-se Aqui Enquanto Caminhamos (caminhada-performance vista em mais de 15 cidades européias) e Still – Sob o Estado das Coisas (Prêmio APCA 2007).

Rio de Janeiro - RJ

Lia Rodrigues Cia. de Danças

www.liarodrigues.com

Fundada em 1990, a companhia mantém, além da produção de espetáculos, ações permanentes de formação, oferecendo palestras, oficinas e oportunidades de profissionalização para bailarinos em início de carreira. A partir de 1996 conquistou reconhecimento na Europa, onde se apresenta com frequência. Na favela da Maré (RJ), dirige um espaço experimental de dança. Entre suas principais criações estão: Gineceu (1990), Catar (1992), Aquilo de que Somos Feitos (2000), Dois e um Dois (2001), Formas Breves (2002), Encarnado (2005) e Hymnen (2007, para o Ballet de Lorraine, França).

Rio de Janeiro - RJ

Marcela Levi

marcelalevi.com

Performer e coreógrafa, foi membro da Lia Rodrigues Companhia de Danças durante oito anos. Em 2002 começou a desenvolver projetos solos que se situam entre a dança contemporânea e as artes visuais. Paralelamente, colabora com os coreógrafos Vera Mantero, Dani Lima, Cristina Moura, Gustavo Ciríaco e com os fotógrafos Claudia Garcia e Manuel Vason. Atualmente desenvolve o projeto em redor do buraco tudo é beira, em colaboração com a bailarina Flavia Meireles e a artista visual Laura Erber.

Rio de Janeiro - RJ

Marcia Milhazes Dança Contemporânea

Criada em 1995, a companhia é dirigida por Marcia Milhazes, que teve formação clássica no Teatro Municipal do Rio de Janeiro e no Laban Centre, em Londres. Em suas criações, a companhia dedica-se a pesquisar a cultura brasileira e suas raízes, buscando articular tradição e contemporaneidade. Outro traço dos trabalhos são os cenários, todos assinados pela irmã da coreógrafa, Beatriz Milhazes. Entre as obras da cia., destacam-se Tempo de Verão e Meu Prazer.

Rio de Janeiro - RJ

Márcia Rubin, Cia. de Dança

Formada em dança e expressão corporal pela Escola Angel Vianna, Márcia Rubin fundou sua companhia de dança em 1962. Em seu repertório destacam-se os espetáculos Já Não Penso Mais em Ti (1994), Correr em Vez de Caminhar (1998), A Paisagem Daqui é Outra (2001), Tempo de Valsa Moderado com Elegância (2003), Teorema (2006), Daqui pra Frente (2006), Quase como se Fosse Amor (2008) e Larga Tudo e Vem (2009). Paralelamente, Márcia tem participado de projetos de cinema, teatro e televisão, como o videoclipe de Caetano Veloso, Não Enche, dirigido por Monique Gardenberg.